Para conhecer-me

É muito fácil conhecer-me, pois eu deixo no caminho ou por onde passo quem sou. Não sou um amante da vida, tampouco um poeta da morte. Meus erros são pessoais e fizeram eu cair, crescer e evoluir. Ao olhar fixamente em meus olhos verá alguém que cansou, no entanto ao ouvir o relógio bater, levantou-se. … Continue lendo Para conhecer-me