A poeta sem poesias

Bem não estava. Em um ângulo longínquo via-se uma decrépita caída no tapete Savona níveo de sua sala, dizia abobrinhas a ninguém. Estava em crise de abstinência, parou de tomar os antidepressivos. Estava chorando como alguém que berra ao perder o único amor de uma vida; sobre isso, amar nunca esteve em seus planos. Uma … Continue lendo A poeta sem poesias

Às margens

Um menino deveria ser poupado das dores da vida. É intolerável saber que sofremos tanto ao formamos quem somos, alguém poderia deleitar sobre nós um pingo de piedade. Caso um dia estivesse na presença de Deus, não relutaria em pedir menos sofrimentos aos jovens, pedindo-lhe que apaguem todas nossas imperfeições. Não entendo como há sofredores … Continue lendo Às margens

Um louco e seus centavos

Louco ele se considerava, talvez loucura fosse pouco para ele. Aos 15 anos pediu a mãe para ser internado em um hospício, pois não conseguia controlar os pensamentos. Ao passar dos anos, desenvolveu técnicas para controlar esses devaneios da mente. Decidiu estudar economia, mas abandonou o curso ao decorrer de 2 anos. Não sabia o … Continue lendo Um louco e seus centavos