É dia

O dia de hoje é o nosso ontem de amanhã.
Este dia não será memória, será lembrança.
Lembrança de uma época em que podíamos sonhar.
Lembrança de que machucados podemos dançar.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Chegou o dia de ler poesia e depois não procrastinar.
É o momento de fazermos de nós representantes de nossos sonhos.
Hoje, o dia não depende dos outros.
Posso ler o texto mais pessimista que ainda sorrirei.
Posso ler o texto mais belo que ainda chorarei.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Às vezes o som vem através do silêncio.
Por vezes a arte é o rabisco humilde de alguém
que desejou pintar o mar.
Nossa escuridão não é nada além da nossa luz apagada.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

O dia de hoje é especial.
Pois onde estiver chovendo terá dança.
Porque onde houver fome existirá comida.
No coração que existir morte haverá vida.
Hoje não é o dia das doenças, pois hoje é o nosso
dia.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Não é o dia de desistir.
O único desistir que haverá, é a própria desistência
nos abandonar.
Hoje ninguém irá morrer.
Pois os que nos deixarem estarão dentro de nós.
E viveremos este dia com eles.
É dia de brigar com os nossos medos.
Dia de dizer para o cérebro quem é quem manda.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

É dia de amar.
Dia de declarar-se para o amor.
Dia das paixões.
O dia de desafiar os ecos da liberdade.
Nosso coração está livre de nosso corpo.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Nos presídios existirão almas bondosas.
Nas almas ruins o brilho voltará.
Este belo dia é seu, é meu, é nosso.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

O destino estará perdido na areia do mar.
Quero cantar silêncio.
Hoje temos talentos:
O talento de recompor-se das piores batalhas.
O talento de dançar na chuva usando um pé.
O talento de amar uma cascavel.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Hoje é um dia sem tristeza.
Um tempo sem culpa.
Uma ocasião de perdão.
Pois o hoje é o dia do coração.
Acordamos hoje destinados ao dia.
Quem nos machucou, ficou no ontem.
Nosso dia é hoje.
O dia de todos os perdões.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Não vamos ter inveja das aves.
Porque vamos voar.
Não vamos temer as correntezas.
Pois hoje seremos o fluir das águas.
Cantaremos o som da alma.
Perseguiremos as borboletas.
Brincaremos com os animais.
Dançaremos ao lado dos nossos amigos.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Amanhã teremos outro dia.
Outro poema.
Outro amanhã.
Neste, ainda vivemos, alegres e dançantes.
Amanhã é uma incerteza que não contamos hoje.
Pois o dia de hoje é o dia que esperávamos.
Hoje é o dia! Enfim, nosso dia chegou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s