Há vidas em você

Não existe sempre o mesmo

O mesmo existe uma vez

o café preparado durante a manhã

Esfria ao entardecer 

 

O sempre é um delírio humano

A mudança é uma veracidade

Às vezes mudamos sem ao menos saber

De vez em quando sofremos

Ao notarmos quem éramos

 

E quando o café que há em nós

Se torna frio, não sabemos mais o que ser

Bondade e maldade é uma força dentro de nós

E por sermos fracos escolhemos

Com qual guerrear 

 

O coração estúpido do homem vem escolher

Qual mais forte: bondade ou maldade?

Os seres escolhem com qual guerrear

 

Não existe vírgulas na vida

Há pontos finais

Em sua essência 

Existem milhões de maneiras de viver

 

Então não é o fim de sua vida

É uma nova vida surgindo

Dentro de você

O seu Velho Ser ficará com a culpa

Que você buscou carregar

Ou dela se esconder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s