O feriado exemplar 

— Pedro, vai viajar no feriado?

— Sim, claro. Viajarei para o quarto ou a sala.

Estava bolando uma transgressão: “emendar o feriado”. Todavia minhas expectativas foram reduzidas ao pó. Devido a seguinte mensagem no quadro: “Prova 16/ 11”.

Senti uma alegria imensa ao saber que terei prova. Meus neurônios comemoraram e, por sinal, ainda comemoram.  Ninguém merece fazer prova um dia depois do descanso. Estou totalmente irritado!

Não irei! E ainda vou emitir a seguinte nota:

O aluno do ensino médio, Pedro Henrique, por motivos de força maior não pôde comparecer ao devido exercício de suas obrigações. O aluno solicita fazer a prova, não no momento, mas depois. A parte manifesta contrariedade em fazer a avaliação, alegando que: “Depois do feriado é rock and roll”. Segundo o contexto de sua fala, ele apresenta demasiadamente justificativas garantidas por leis, permitindo ao aluno usufruir de seus direitos constitucionais. Sendo assim, o professor(a) terá que marcar outra data. Desde já agradeço.

Seria tão fácil, caso essa nota seja reconhecida pelo professor… Mas vamos ver. Desejem sorte, pessoal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s